Siri, assistente pessoal da Apple, ganha voz neutra em apoio à comunidade LGBTQIA+

A versão beta mais recente do sistema iOS 15.4 ganhou uma novidade interessante: a Siri, assistente pessoal da Apple, agora terá uma quinta opção de voz (em inglês) para se comunicar com os usuários. Lançada na última terça-feira (22/02), a nova voz será neutra, não tendo um gênero definido e foi gravada “por um membro da comunidade LGBTQ+”, de acordo com a empresa. Com informações do Yahoo.

Segundo a Apple, a nova voz – referida simplesmente como “Voice 5” na versão beta do iOS – soa menos explicitamente masculina ou feminina do que as opções anteriores de língua inglesa, de acordo com vídeos postados online. A empresa não forneceu detalhes adicionais. Espera-se que a versão final da voz seja lançada ao público em geral dentro de semanas em uma atualização de software. Em abril de 2021, a empresa adicionou duas vozes da Siri que foram gravadas por atores negros. A empresa também parou de usar uma voz feminina como padrão para a Siri, pedindo aos usuários que escolham entre várias opções de voz masculina e feminina.

A medida ocorreu depois que um relatório de uma agência das Nações Unidas argumentou que a inadimplência de assistentes virtuais com som feminino “corre o risco de espalhar estereótipos de gênero problemáticos e regularizar trocas verbais unilaterais baseadas em comandos com mulheres”.

O estudo de Stanford indicou que os principais sistemas de reconhecimento de fala podem ter falhas porque as empresas estão treinando a tecnologia com dados que não são tão diversos quanto deveriam – aprendendo principalmente com pessoas brancas e relativamente poucas pessoas negras. No estudo foram transcritas entrevistas de 42 pessoas brancas e 73 negras. O melhor desempenho foi o da Microsoft, que errou na identificação de cerca de 15% das palavras dos brancos e de 27% das dos negros. Já a Apple, apresentou o pior desempenho, falhou em 23% das vezes com as pessoas brancas e em 45% com as negras.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!