“Pra cada Rico Dalasam e Lil Nas X que surgiram em 5 anos, apareceram 200 Filipe Ret”, afirma rapper

Foto: Youtube/Pheeno TV

Conversamos com Jeza da Pedra no estúdio do Pheeno! O rapper e compositor era vítima de homofobia no ensino médio por conta de sua sexualidade, em que tacavam lixo e latas nele. A música entrou na sua vida através da Igreja e ele afirma que deve muito à Marcelo Yuka e Rico Dalasam, suas maiores inspirações, mas ele protesta: “Nos últimos cinco anos, para cada Rico Dalasam e Lil Nas X que surgiram, apareceram 200 Filipe Ret por semana”. Seu álbum, “PAGOFUNK ILUMINATI” dialoga com sons da periferia e trata de suas vivências enquanto homem gay e negro: “Uso minha voz e minha arte pra atingir o sensível de cada um”.

Confira!

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!