Erika Hilton se torna a primeira travesti a presidir sessão na Câmara dos Deputados

Na última quarta-feira (15/03), a deputada federal por São Paulo, Erika Hilton (PSOL), presidiu uma sessão solene na Câmara dos Deputados em homenagem a Marielle Franco e Anderson Gomes, assassinados no Rio de Janeiro em março de 2018. Erika é a primeira travesti a presidir uma sessão da Câmara dos Deputados.

A sessão contou com a presença dos ministros Anielle Franco, da Igualdade Racial, e irmã de Marielle, Sônia Guajajara, dos Povos Originários, e Silvio Almeida, dos Direitos Humanos, para cobrar soluções do assassinato vereadora e seu motorista. No início da sessão, Erika disse que Marielle nunca deixou de levantar a sua voz para lutar contra a violência, a desigualdade e o preconceito. “Marielle Franco provou para todos nós que é possível fazer a diferença mesmo em circunstâncias difíceis, ela lutou até o fim por uma cidade mais justa e igualitária”, afirmou ela.

Anielle, em seu discurso, disse que a Câmara já foi palco para os ataques de ódio e fake news que sua irmã sofreu. “Enquanto a gente não responder quem mandou matar a Mari, a gente segue com essa democracia fragilizada. E eu realmente espero que a gente não tenha que ficar mais cinco anos para esperar alguma resposta dos mandantes”, ressaltou ela.

Em sua redes pessoais, a deputada federal, que está em seu primeiro mandato, anunciou o momento histórico. “Hoje, pela 1ª vez na história, uma travesti presidiu uma Sessão na Camara Deputados. Que somente em 2023 tenhamos chegado a esse espaço, é uma séria debilidade de nossa democracia, que ainda ataca e exclui mulheres, negras, LGBTQIA+ e das periferias dos espaços de poder”, disse Erika. “[…] Após anos de trevas da política brasileira, finalmente os poderes executivo e legislativo podem trabalhar juntos para exigir das autoridades responsáveis a solução e punição pelo assassinato de Marielle e Anderson“, finalizou.

VEJA + NO PHEENO TV

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!