Casal lésbico é repreendido ao se beijar no cinema: “inadmissível”

BRASÍLIA – Um casal de mulheres foi alvo de lesbofobia em uma sala de cinema de Brasília. A assessora técnica Patrícia Gontijo, 31 anos, e sua esposa, Amanda Gonçalves, 34 decidiram aproveitar a véspera de feriado, nessa quarta-feira (7/6), pegando um cinema em um shopping do Lago Norte e assistir ao filme A Pequena Sereia quando foram abordadas por uma funcionária. A mulher teria reclamado de um beijo entre as duas alegando que “isso não poderia acontecer”.

De acordo com as declarações de Patrícia, a mulher afirmou que as normas da empresa não permitiam que isso acontecesse: “Estávamos concentradas assistindo ao filme e, no momento que nos beijamos, fomos abordadas. Havia outras pessoas na sala, e ninguém mais sofreu com isso. No começo ficamos confusas, porque não entendemos o que tínhamos feito de errado”, contou Patrícia.

“Nós ficamos sem reação e perguntamos: ‘Isso o quê? Beijar?’ e ela repetiu várias vezes que isso não podia acontecer dentro do cinema. O sentimento era de humilhação, nunca passamos por algo assim”, complementou, indignada. Após o constrangimento, o casal percebeu que tinha sido vítima de homofobia e pediu para falar com o gerente do local.

“Ele nos informou que não existe nenhuma norma que proíba beijos durante as sessões, diferente do que a outra funcionária havia nos ‘informado’ durante a abordagem”, relatou. As duas decidiram ir embora no meio do filme: “Era impossível continuar ali depois do que aconteceu. O gerente até nos ofereceu entradas de cinema e pipoca para aproveitarmos outra sessão, mas nada disso paga ou anula a humilhação que passamos.”

O caso foi registrado na Delegacia Eletrônica da Polícia Civil do Distrito Federal. Além disso, Patrícia fez uma reclamação no site Reclame Aqui, mas ainda não obteve resposta.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Bee 40tona

Você vai curtir!