Viúva de Gal Costa é acusada de dar golpes, assédio moral e de ter levado cantora à falência

A empresária Wilma Petrillo, viúva de Gal Costa, que morreu aos 77 anos de idade, em novembro do ano passado, ficou entre os assuntos mais comentados da redes sociais nesta quarta-feira (06/07), após uma reportagem da revista Piauí expondo vários casos de roubo, ameaças e extorsão por parte da empresária da cantora. A matéria afirma, ainda, que a ex-companheira teria causado a falência da artista.

Para a reportagem, o jornalista Thallys Braga ouviu seis ex-funcionários que trabalharam com Gal, seis amigos da cantora e um parente. Sobre o relacionamento do casal, um funcionário declarou ser abusivo. Segundo ele, chegou a presenciar uma briga em que a cantora questionou o trabalho da mulher como empresária. Além disso, a artista teria dito que se separassem, Wilma levaria metade de tudo que ela tinha, “sem nunca ter trabalhado de verdade para conseguir alguma coisa”.

Já o produtor Rodrigo Bruggermann, descreveu Wilma como a pior pessoa com quem lidou no meio artístico. “Além de ser grosseira, ela fazia mudanças de última hora e aplicava taxas surpresa”, declarou. Segundo ele, a empresária não permitia a esposa fazer participação especial em shows de outros artistas e, “provavelmente nem deixava os convites chegarem até ela”.

Outro ex-funcionário descreveu a conta bancária da cantora como “um buraco negro”, com dívidas de restaurantes, mensalidade escolar do filho da cantora, Gabriel, pagamentos de empregados e Receita Federal dos Estados Unidos. Inclusive, amigos disseram que a artista justificou a falta de shows nos EUA como medo de ser presa, visto que Wilma vendeu um imóvel dela no país e não arcou com as dívidas dos impostos devidos.

A viúva também é acusada de ignorar os pedidos da artista com relação ao local de seu enterro. Gal queria ser enterrada no Rio, ao lado de sua mãe, mas, a mando de Wilma, jaz hoje em São Paulo, no mausoléu da família da viúva, em um enterro que, para os fãs, não fez jus à figura da cantora. Procurada para comentar as acusações, ela ignorou a reportagem, enquanto seu advogado enviou uma advertência à revista, ameaçando medidas judiciais caso a matéria fosse publicada.

VEJA + NO PHEENO TV

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!