A atriz está no ar como Mila, vilã de ‘Família é Tudo’

“Quero ser vista como asiática, bissexual e não monogâmica”, dispara atriz global

Ana Hikari, que está dando vida à personagem Mila, vilã de ‘Família é Tudo’, abriu o coração em recente entrevista e disse que tem desejo de ser reconhecida como uma pessoa normal, mesmo fugindo dos “padrões sociais”. A atriz usa suas redes sociais para incentivar seus seguidores a normalizarem tabus sociais que são inseridos e vividos por ela, que se auto declara bissexual e não monogâmica.

“Precisamos naturalizar. Eu quero ser vista como asiática e normal. Bissexual e normal. Quero que minha relação não monogâmica seja vista como normal”, afirmou Ana Hikari, em entrevista à revista CARAS. “Cansei de ser tachada de anormal, diferente, ter essa sensação de não pertencimento.”

A artista vive um relacionamento aberto com o chef de cozinha uruguaio Facundo Connio. “Cansei de ser tachada de anormal, diferente, ter essa sensação de não pertencimento. Não sou a única e não preciso que outros se sintam assim. Não estamos sozinhos”, completa ela, que ainda assegura saber a importância de sua influência como uma figura pública.

A musa ainda afirma que tem metas altas de entrar para o cinema nacional e trabalhar com filmes. “Estudo muito, sou fluente em inglês e espanhol e estudo francês. Este ano, se não fosse a novela, ia me mudar para Los Angeles para fazer um curso de atuação. Já estava tudo alinhado. Tenho esse objetivo. Sei que nada cai do céu, temos que correr muito atrás. Sempre vi minha carreira dessa maneira.”

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Arthur Aguiar

Redator do Pheeno, formado em comunicação social e estudante de moda. Apaixonado por contar histórias e explorar culturas.

Você vai curtir!