Casal gay briga na Justiça pela guarda da filha após mãe de aluguel negar liberação

Criança nasceu em janeiro de 2015 de barriga de aluguel na Tailândia; pais não puderam deixar o país após mãe de aluguel não dar liberação

casal-gay

O casal gay Gordon Lake e seu marido, o espanhol Manuel Valero, permanece bloqueado na Tailândia há 14 meses com sua bebê em uma batalha judicial pela guarda da criança, que nasceu em janeiro do ano passado de uma barriga de aluguel.

A briga começou depois que a mãe de aluguel, a jovem tailandesa Patidta Kusonsrang, se recusou a assinar os documentos necessários após o nascimento da bebê chamada Carmen. Sem os papéis, o casal não pôde deixar o país asiático com a criança. “Nossas vidas estão praticamente destruídas”, lamentou Lake à imprensa, pai biológico da menina, depois de deixar o tribunal de Bangcoc nesta quarta-feira (30/03).

Após a audiência com as últimas testemunhas, a justiça tailandesa deverá se pronunciar no dia 26 de abril. O casal tem outro filho que nasceu de uma barriga de aluguel na India. Enquanto Lake e Valero estão na Tailândia brigando pela guarda de Carmen, o outro filho está sendo cuidado pela irmã de Valero na Espanha.

Em fevereiro de 2015, após diversos escândalos, foi aprovada uma lei que proibia aos estrangeiros recorrer a este método de inseminação com mães de aluguel tailandesas. Mas a defesa do casal Gordon Lake e Manuel Valero sustenta que a filha nasceu antes de a lei entrar em vigor.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!