Olimpíadas: jornal australiano critica insultos homofóbicos durante partida de futebol

622_69541c74-53e7-3fbd-8fc8-79aedc95fac1

O “The Sydney Morning Herald”, um dos maiores jornais australianos, destacou nesta quinta-feira (04/08) diversos gritos homofóbicos contra as goleiras de Austrália e Canadá na estreia das seleções na Olimpíada, na Arena Corinthians.

Quase uma infeliz “tradição” nas arquibancadas brasileiras, a torcida gritava “bicha” sempre que a australiana Lydia Williams e a canadense Stephanie Labbé cobravam tiro de meta. Em entrevista à publicação, o técnico da seleção da Austrália, Alen Stajcic, afirmou que nem ele nem as jogadoras entenderam os gritos, mas sabiam que se tratava de algo ofensivo. “Não sei a história por trás disso, mas não soa agradável”, disse.

A publicação ainda afirmou que, segundo jornalistas brasileiros, essa foi a primeira vez em que os gritos foram destinados às mulheres no futebol do Brasil. O veículo destacou o ato como “ofensivo” e “repulsivo”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 21 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Comentários no Facebook