Estudantes recriam remédio capaz de salvar vidas no combate à AIDS por apenas 2 dólares

daraprim3

Provavelmente você deve lembrar de Martin Shkreli, não é mesmo?! Ele ficou bem famoso na web da pior maneira possível: dono da Turing Farmaceutics, Martin comprou por 55 milhões de dólares, os direitos de exploração do remédio Daraprim – uma das drogas mais utilizadas no tratamento contra a AIDS.

Martin Shkrel
Martin Shkrel

Em nome de nada além do lucro, Martin então, da noite para o dia, aumentou o preço do remédio em mais de 5.000% – de 13 dólares para 750 dólares por comprimido. Incomodados com esse absurdo e com muita vontade de acabar com essa injustiça, um grupo de estudantes, todos com 17 anos, de uma escola de Sidney, na Austrália, levou um ano para desenvolver o princípio ativo do Daraprim por apenas 2 dólares.

Foi totalmente injustificável e errado eticamente. É uma droga capaz de salvar vidas, e muita gente não pode adquiri-la”, disse um dos estudantes. A internet e a comunidade científica comemoraram intensamente a descoberta dos alunos. “Eles transformaram materiais baratos em um algo realmente valioso”, disse a Dra. Alice Williamson, química da Universidade de Sidney. “Se é possível obter a droga de forma tão barata em uma escola, então não há desculpas para cobrar tanto por ela, especialmente de pessoas que realmente precisam e não podem pagar”, afirmou.

Já Shkreli, através das Redes Sociais, disse que o preço do remédio vendido por ele inclui custos de trabalho e fabricação.

daraprim5

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!