Pai estupra filha lésbica para provar que “sexo é melhor com homem”

shutterstock

Um caso que aconteceu no Reino Unido, reportado pelo jornal The Sun, vem chocando pessoas do mundo inteiro. Um pai estuprou a própria filha para provar que “sexo com homem é melhor”, após ela assumir ser lésbica.

O homem, que não pode ter seu nome divulgado para proteger a identidade das vítimas, também estuprou a filha mais nova, durante duas décadas de abuso sexual. O acusado foi condenado a 21 anos de prisão na última sexta-feira (03/03), depois de ser considerado culpado por três estupros durante os anos 80 e 90, reportou o The Sun.

Ele havia dito que não era culpado das nove acusações que enfrentava no tribunal, mas acabou sendo condenado por 3 crimes. Segundo a corte, o homem atacou brutalmente sua filha de 16 anos, no final dos anos 90, depois que ela contou que estava “lutando contra sua identidade”.

“Quando ela se assumiu gay e resolveu te contar, você reagiu com raiva real e incontrolável e decidiu estuprá-la para mostrar que ela faria sexo melhor com um homem do que com uma mulher. A evidência faz a escuta angustiante”, afirmou. Além do tempo de cadeia, ele vai ser registrado como abusador sexual pelo resto da vida. Ele terá que cumpri pelo menos 2 terços da sentença, antes de ser considerado para liberdade condicional.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!