Mulher é presa na Tanzânia por causa de vídeo de beijo gay

A polícia da Tanzânia prendeu uma mulher, depois que um vídeo que a mostra beijando outra mulher em uma festa viralizou na web. A homossexualidade é uma ofensa criminal na nação do leste da África, onde uma condenação por ter “conhecimento carnal de qualquer pessoa contra a ordem da natureza” pode implicar em prisão perpétua.

“Posso confirmar que uma mulher está sob custódia por causa daquele vídeo. Vamos emitir mais detalhes posteriormente depois que concluirmos nossas investigações”, disse o chefe da polícia de Geita, Mponjoli Mwabulambo, à Reuters, por telefone, neste sábado (02/12).

O governo do presidente da Tanzânia, John Magufuli, intensificou a repressão contra a homossexualidade desde que assumiu o poder, em 2015, e ameaçou, em junho, prender e expulsar ativistas, assim como revogar o registro de todas as organizações não governamentais que fazem campanha a favor dos direitos dos gays.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!