Irmão de Ariana Grande relembra do dia em que disse à cantora que era gay

Depois de Ariana Grande ter escrito uma carta à comunidade LGBT, o irmão Frankie Grande recordou o dia em que contou à artista que é homossexual. Em conversa com a revista Gay Times, Frankie confessou que estava “muito nervoso” quando assumiu a sua orientação sexual para a irmã, que na época tinha 11 anos.

“Eu me lembro de estar tão nervoso pra contar pra minha irmã. Eu estava com a maior dificuldade até que consegui desembuchar ‘Tenho algo pra te dizer… eu sou gay’. A reação dela foi ‘Legal! Você tem namorado?’ Eu fiquei estático e ela ‘Ótimo! Quando vou conhecê-lo?’”, disse ele. Frankie lembrou ainda a reação da mãe, Joan Grande, que diferente de Ariana, não levou numa boa.

“Ela principalmente tinha ideias preconcebidas sobre a comunidade LGBT. Foi criada em um tempo diferente onde ser gay era inaceitável, onde pra muitos ignorantes isso era sinônimo de ter doenças sexualmente transmissíveis.”, contou Frankie. “Felizmente agora todos já conhecem melhor, principalmente através de mim, muitos gays e viram que a realidade não é essa necessariamente. Fico feliz por minha mãe ter conseguido se educar em relação a comunidade LGBT como um todo e acho que falar disso é importante pra ajudar a outras famílias”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!