Indya Moore, de Pose, é a primeira transexual a estampar capa da “Elle” americana

Sucesso interpretando a personagem Angel na série “Pose”, a atriz Indya Moore acaba de fazer história no mundo da moda! Aos 24 anos, ela é a primeira mulher transgênero a estampar a capa da revista Elle.

Vestindo Louis Vuitton, marca que a escolheu como embaixadora, a atriz será dona da edição de junho, no qual vem sob o título de “I just want be free” (Eu apenas quero ser livre, em tradução livre). No recheio da revista norte-americana, a atriz alou sobre a importância da visibilidade conquistada por ela por meio do seu trabalho. “Não sei me divertir, não sei qual é o meu restaurante favorito”, diz ela. “Quando estou com pessoas conversando sobre o dia delas, estou olhando e pensando: ‘Do que elas estão falando? Como não estamos falando sobre a desconstrução da supremacia branca agora? Como não estamos tentando salvar as pessoas trans? Eu não sei quem eu sou fora de alguém que está apenas tentando ser livre e encontrar segurança para mim e para os outros LGBTs”, afirmou a maravilhosa à publicação.

Ainda na entrevista, Indya revelou ter sido vítima de tráfico sexual durante a adolescência. “Eu não compreendia o que era tráfico sexual naquela época. O que eu compreendia daquela linguagem é que aqueles homens eram basicamente os meus cafetões. Eu era apenas uma criança”, disse a atriz. Segundo a Indya, ela continuou com a prática por um longo período, para ajudar a pagar seus gastos com moradia, alimentação e o seu processo de hamonização. Depois, ela acabou sendo presa e ficando detida por um período sob a acusação de roubo. Ela disse ter sido vítima de bullying na prisão masculina na qual cumpriu pena e acabou tentando o suicídio em uma oportunidade.

Anos depois, além de estrelar a série ‘Pose’, com a segunda temporada com estreia prevista para o dia 11 de junho nos Estados Unidos, a atriz também foi recentemente uma das estrelas do desfile da grife Louis Vuitton na Paris Fashion Week. “Eu acreditava que a minha vida iria mudar e que teria a chance de ensinar ao mundo algo que ajudaria mais pessoas a se sentirem seguras”, declarou.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!