Filha de mãe bissexual, Sanna Marin é eleita Primeira-ministra mais jovem do mundo

As mulheres vão dominar o mundo SIM!

Aos 34 anos de idade, filha de mãe solteira, Sanna Marin foi eleita a Primeira-Ministra da Finlândia neste domingo, dia 08/11, após a então Primeira-Ministra Antti Rinne pediu renúncia do cargo, após 6 meses de mandado, por ter por ter perdido a confiança de seu partido devido à maneira como conduziu uma greve no serviço postal.

Sanna Marin foi a única pessoa de sua família a ingressar numa universidade, tendo concluído mestrado em administração pela Universidade de Tampere, onde escreveu uma dissertação sobre a profissionalização de lideranças políticas em cidades finlandesas.

Em uma entrevista a uma TV finlandesa, Sanna falou que se sentiu discriminada uma época em que sua mãe teve uma relação com outra mulher. Após ser eleita Primeira-Ministra da Finlândia, foi questionada sobre sua idade e rebateu “eu nunca levei em conta minha idade ou meu gênero. Eu penso nas razões que me levaram à política e nas coisas que me fizeram ganhar a confiança do eleitorado”.

Marin será a 3ª mulher a ocupar esse cargo no país. Os sociais-democratas saíram das eleições de abril passado como a maior força política, e por isso puderam apontar o primeiro-ministro que vai liderar a coalizão de governo.

As outras líderes que integram o gabinete à frente do país são Katri Kulmuni (32), do Partido de Centro, Li Andersson (32), da Aliança de Esquerda, Maria Ohisalo (34), da Liga Verde, e Anna-Maja Henriksson (55), do Partido dos Suecos na Finlândia.

Marin se aproximou da política em 2006, quando tinha cerca de 20 anos e foi eleita para o primeiro mandato no Parlamento em 2015 como Ministra do Transporte. “Envolver-se e fazer a diferença representam os direitos civis para mim. Mudar as coisas demandam comprometimento. Não podemos assumir que o Estado do bem-estar social, ou as regras trabalhistas, está garantido. Eles resultam de determinação e trabalho duro”, afirmou em seu perfil oficial no site do governo.

A Finlândia, que atualmente ocupa a presidência rotativa da União Europeia, tem 5,5 milhões de habitantes e está entre os dez países como a melhor educação do mundo, segundo dados do Pisa 2018, exame educacional realizado a cada três anos pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos e redator colaborador de conteúdos sobre diversidade LGBTI+ do portal Pheeno.com.br! #MandaAssunto