Covid-19 altera diretrizes para os tratamentos contra o HIV

Cuidados com a saúde nunca são demais!

Para diminuir a ida da população soropositiva às unidades de saúde, o Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (17/03) uma circular com novas diretrizes e reforços com cuidados pra quem faz tratamento contra o HIV.

Esta circular tem como objetivo dar um espaçamento maior para a retirada dos antirretrovirais nos serviços de saúde, recomendando então que os medicamentos sejam receitados a cada três meses.

Caso as condições clínicas dos pacientes permitam, as consultas médicas, formulários e receituários também devem passar a ter a validade de 90 dias.

A circular também lembra a importância da vacina contra influenza e pneumococos, o que ajuda a reduzir as complicações respiratórias e gripais.

O documento também orienta que os usuários de PrEP (Profilaxia Pré-Exposição ao HIV) possam retirar seus medicamentos num período de quatro em quatro meses, sempre respeitando os estoques disponibilizados em cada estado.

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos e redator colaborador de conteúdos sobre diversidade LGBTI+ do portal Pheeno.com.br! #MandaAssunto