Detenta trans entrevistada por Drauzio Varella escreve carta pedindo perdão: “Errei muito e estou pagando”

A advogada Bruna Castro utilizou o Instagram na tarde desta segunda-feira (09/03) para compartilhar uma carta escrita por Suzy de Oliveira, a trans que teve seu caso como destaque no País após ter sua história na prisão revelada pelo médico Dráuzio Varella, em matéria exibida no Fantástico.

Sem entrar em detalhes sobre o seu delito, Suzy confirma que vem pagando pelo crime cometido no passado. “Eu, Suzi Oliveira, ‘Rafael Tadeu’, venho dizer que nas entrevistas ao jornal ‘Fantástico’ não foi me foi perguntado nada referente ao B.O. Eu sei que errei e muito. [Em] Nenhum momento tentei passar como inocente e desde aquele dia me arrependi verdadeiramente, e hoje estou aqui pagando por tudo que cometi”, escreveu a detenta. “Errei sim e estou pagando cada dia, cada hora e cada minuto neste lugar. Antes não teria essa oportunidade, agora quero apenas pedir perdão pelo meu erro do passado”, completou.

Ao compartilhar a carta escrita por Suzi, a advogada contou que foi a transexual pediu que ela publicasse o conteúdo, e reitera que ela já foi condenada pelo crime que cometeu: “Ressalto que não compete o julgamento, pois a mesma já recebeu condenação e já está cumprindo sua pena. Não cabe a mim formar qualquer juízo de valor neste momento”, escreveu a advogada na postagem.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!