Senhor de 58 anos é brutalmente espancado no RJ e aponta homofobia como motivação do crime

Um homem de 58 anos, que não quis ser identificada por medo de se expor, foi brutalmente espancado na quarta-feira (26/02) de cinzas em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio. De acordo com a vítima, a motivação da violência foi homofobia.

Em entrevista ao G1, a vítima contou que não se lembra de muitos detalhes do que aconteceu e disse ter bebido. “Eu só acordei e tinha um casal passando. Eles perguntaram se eu queria ajuda. Mas disseram que iam chamar a ambulância primeiro. Não demorou e eles me socorreram”, contou o rapaz.

O homem ficou com diversas marcas no corpo mas contou que a pior é a marca psicológica. “Eu vou ter que voltar a minha vida normal mas a pé eu não ando mais. Não ando mais sozinho. A princípio vai ser assim”, disse. Uma sobrinha da vítima disse que espera que o caso seja solucionado.

“A nossa intenção (da família), é que o caso do meu tio não acabe sendo mais um caso. Não aumente a estatística. E que essas pessoas que se sentem no direito de fazer o que pensam sem medir as consequências parem com essas atitudes de violência”, lamentou. Vale ressaltar que Nova Friburgo possui um Centro de Cidadania LGBT que auxilia vítimas de casos como este e presta orientação jurídica e psicológica. O Governo do Estado disponibiliza o Disque Cidadania LGBT que funciona pelo tel: 0800 023 4567.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!