Transexual é achada morta dentro de casa em São Paulo; corpo apresentava diversas fraturas

Uma jovem transexual de 30 anos foi encontrada morta, nesta segunda-feira (27/04), dentro de sua casa em Francisco Morato, na Grande São Paulo. Segundo informações do G1, a principal suspeita é de que Natasha Ferreira Lobato pode ter sido morta e furtada por algum cliente.

De acordo com Valéria Rodrigues, amiga de Natasha e coordenadora do Instituto Nice, que acolhe e dá suporte a trans e travestis, muitas mulheres trans que trabalham com programa tem optado por receber clientes em casa nos tempos de coronavírus. “Devido à pandemia de coronavírus e a escassez de clientes nas ruas e com motéis fechados, algumas trans optaram por receber clientes em suas casas”, disse a coordenadora do Nice. “Provavelmente o assassino de Natasha foi algum cliente dela”, conta Valéria.

A provável causa da morte teria sido politraumatismo causado por algum objeto pontiagudo. Seu corpo foi encontrado por amigos, que estranharam seu sumiço. Natasha estava morta, enrolada num cobertor, com diversas fraturas, principalmente no rosto e na cabeça. Imagens de câmeras da segurança da região estão sendo analisadas para ajudar a polícia a chegar no assassino.

O caso foi registrado como homicídio qualificado (por emprego de meio cruel) e furto. Segundo policiais, não havia sinais de arrombamento no imóvel. Ainda de acordo com a investigação, um celular e uma televisão foram furtados.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!