Após passar 13 anos fingindo que seu parceiro era seu primo, cineasta se assume publicamente

O aclamado cineasta de ‘Bollywood’ Apurva Asrani se assumiu publicamente, postando foto da casa que comprou com seu parceiro, após ter que fingir que ele era seu primo por 13 anos.

Apurva é um cineasta indiano premiado por seus filmes de ‘Bollywood’: ‘Satya’ (1998), ‘Shahid’ (2013) e pela cinebiografia de direitos humanos ‘Aligarh’ (2016). Além disso, ele também foi responsável pelo seriado ‘Made in Heaven’, que tinha como protagonista um homem gay, tendo recebido muitos elogios por tratar da homossexualidade na televisão indiana.

Porém, Asrani foi forçado a esconder sua sexualidade durante a maior parte de sua carreira e, principalmente, seu relacionamento de longa data com Siddhant, precisando fingir que os dois eram primos, para que pudessem alugar e morar juntos num apartamento.

Nesta sexta-feira, dia 29/05, o cineasta publicou em seu perfil no Twitter uma foto do casal e da placa de identificação da casa que compraram juntos, na qual aparece o nome dos dois como proprietários da residência.

“Por 13 anos, fingimos ser primos para poder alugar uma casa juntos.Disseram-nos ‘mantenha as cortinas fechadas’ para que os vizinhos não saibam ‘o que você é’. Recentemente, compramos nossa própria casa. Agora, voluntariamente, dizemos aos vizinhos que somos parceiros. É hora das famílias LGBTQ também serem normalizadas”, escreveu ele.

Embora o anúncio de Asrani tenha recebido muito carinho de seus colegas cineastas, a maioria dos comentários no tweet infelizmente revela que a Índia ainda tem um longo caminho pela aceitação da comunidade LGBTQI+.

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos e redator colaborador de conteúdos sobre diversidade LGBTI+ do portal Pheeno.com.br! #MandaAssunto