Ator pornô abandona rede sociais após críticas por dar festa em tempos de coronavírus

Ian Frost, ator porno americano, precisou deletar suas redes sociais após promover festa com direito a convidados em meio à pandemia no novo coronavírus.

Ao compartilhar diversos vídeos e fotos de uma festa em sua casa, o ator rapidamente virou assunto nas redes sociais e recebeu uma enxurrada de ataques negativos.

Vários influenciadores digitais e famosos se manifestaram contra a festa particular que contava com, pelo menos, uma dúzia de participantes, todos sem máscaras e alguns com pouca roupa.

A festa aconteceu no apartamento de Ian, em Nova Iorque, cidade considerada o atual epicentro da pandemia, com mais casos que qualquer outro país no mundo, incluindo a Itália.

Marti Gould Cummings, drag queen ativista pró direitos LGBTs, se manifestou em seu Twitter: “Este é um tapa na cara de todo profissional de saúde, toda pessoa que perdeu um ente querido, toda pessoa que luta para sobreviver com suas finanças durante a quarentena”.

O escritor Evan Ross Katz compartilhou prints das fotos e vídeos publicados no Intagram do ator pornô e escreveu: “Você deveria ter vergonha de si mesmo, assim como todos os presentes em sua festa. Esse flagrante de desrespeito pelos profissionais de saúde e vidas humanas é vergonhoso”. Ian respondeu: “Alguns desses profissionais de saúde também estavam aqui”.

Havia outros atores pornôs na festa, mas praticamente nenhum comentou sobre o assunto. Shane Jackson, um dos convidados, falou em uma de suas redes sociais: “Deixem as pessoas viverem, todos na festa tiveram o vírus”.

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos e redator colaborador de conteúdos sobre diversidade LGBTI+ do portal Pheeno.com.br! #MandaAssunto