Marca de lingerie sofre ataques homofóbicos ao repostar foto de modelo ‘genderfluid’

O preconceito é estrutural!

Após repostar uma foto do modelo ‘genderfluid’ usando suas peças, marca de lingerie sofre ataques homofóbicos em seu Instagram.

Para celebrar seu aniversário deste ano, o personal trainer, artista burlesco e modelo Jake DuPree publicou no último sábado, dia 30/04, em seu perfil no Instagram, uma foto na qual ele aparece usando peças de lingeries da marca ‘Playful Promises’. O que não é novidade na sua vida pessoal e profissional.

Dois dias depois a grife repostou a foto do rapaz, em seu Instagram oficial (com mais de 300 mil seguidores) e, em poucos minutos, começaram os comentários ofensivos e ataques homofóbicos:

“Nada sexy”, comentou uma internauta. Outra disse “informações importantes que precisávamos saber, obrigada” e, então, a própria marca respondeu sarcasticamente: “tomando nota disso.”

Até que, uma cliente disse que nunca mais usaria as roupas da grife por não se ver “representada por um homem”, então a ‘Playful Promises’ prontamente respondeu: “Você não sabia anteriormente que todas as roupas podem ser usadas por todos os sexos?”.

O artista, que se apresentou na final da terceira temporada do ‘RuPaul Drag Race: All Stars’ e encontrou na arte burlesca a maneira de sair da depressão, comentou sobre a repercussão de sua foto:

“Comentários negativos não me incomodam mais porque estou muito feliz com minha vida e me sinto confortável comigo, mas lendo algumas dessas coisas doeu. Eu não sabia que uma foto minha só de lingerie causaria tanto tumulto. Acho que isso desafia a ideia das pessoas de ver um homem musculoso vestindo algo tão inerentemente feminino”.

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos e redator colaborador de conteúdos sobre diversidade LGBTI+ do portal Pheeno.com.br! #MandaAssunto