Artista cearense cria colagens para discutir a heteronormatividade dentro do circuito erótico gay

Foto: Reprodução/Instagram

Natural de Fortaleza, o produtor de eventos Pedro Guedes, de 30 anos, tem formação em artes visuais e tem expandido seus trabalhos com a escrita desenvolvendo colagens homoeróticas. As produções visam provocar e fazer refletir, e misturam imagens com diversas gramaturas de papel a cola e tinta.

“A temática surge a partir da minha zona de interesse em discutir a heteronormatividade dentro do circuito erótico gay, uma crítica a reprodução desses corpos hipermasculinizados/cisgêneros na pornografia e a perpetuação dessas imagens dentro da minha comunidade”, revela Pedro em papo exclusivo com o Pheeno.

Pedro Guedes tem 30 anos e mora em São Paulo! (Foto: Reprodução/Instagram)

Radicado em São Paulo, ele explica: “Colar duas ou três imagens juntas no papel de alguma forma é uma tentativa de articular essas noções para mim e para minhas pessoas, e tentar pensar de onde vem esse tesão”, diz o jovem, que tem as fotos do Mapplethorpe e do David Lachapelle como inspiração na arte homoerótica.

Pedro compartilha suas criações em seu Instagram, e comemora a repercussão do trabalho. “Muita gente tem me perguntado se existe uma plataforma digital para vendas dos trabalhos. Fico muito feliz com a demanda. Por causa disso, estou me organizando para viabilizar um e-commerce tanto com reproduções digitalizadas das imagens, quanto dos trabalhos originais”, completa.

Confira algumas colagens de Pedro Guedes

Thiago Araujo é editor-chefe e criador do Pheeno! Referência no cenário pop LGBTQIA+ nacional, o carioca de 30 anos é jornalista e empresário do ramo do entretenimento, além de agitar as pistas como DJ mundo afora!