Iryna Leblon mistura drag e fotografia em autorretratos surrealistas: “Arte manteve minha sanidade na quarentena”

Foto: Divulgação

A carioca Iryna Leblon, de 20 anos, adora misturar a arte drag e a fotografia. Nesse período de quarentena, ela produziu autorretratos surrealistas, como forma subconsciente de fugir das tragédias do mundo real. “A arte foi fundamental para manter minha sanidade mental, da maioria das pessoas. Quem não dava tanto valor à arte, seja ela qual for, passou a dar”, afirma Iryna, que se considera uma artista visual, em papo exclusivo com o Pheeno.

“Pude colocar em prática minhas inspirações, que estavam guardadas devido a falta de tempo do cotidiano. Pude produzir com calma e sem as ansiedades e cobranças que coloco em mim mesma”. O resultado, ela diz, foi um aprendizado. “Quando algo é produzido de forma natural, sem forçar um resultado, consigo me inspirar e inspirar mais pessoas ao meu redor. Foi umas das coisas que aprendi nessa quarentenada que vou levar para a vida”, completa.

Confira os autoretratos de Iryna Leblon

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

CONFIRA O PHEENO TV

Thiago Araujo é editor-chefe e criador do Pheeno! Referência no cenário pop LGBTQIA+ nacional, o carioca de 30 anos é jornalista e empresário do ramo do entretenimento, além de agitar as pistas como DJ mundo afora!