Karol Eller é denunciada pelo Ministério Público do Rio por calúnia, porte ilegal de arma e lesão corporal

Foto: Reproduçao

O TJRJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) aceitou na última sexta-feira (24/07) uma denúncia feita pelo MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) contra a youtuber Karol Eller e sua namorada, a policial civil Suellen Silva dos Santos, por calúnia, porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal.

Em dezembro do ano passado, a youtuber se envolveu numa briga em um quiosque da praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Na época, o caso chegou a ser tratado pela Polícia Civil como um ataque homofóbico. No entanto, ficou provado pela investigação que Karoll mentiu a respeito da motivação da briga. De acordo com o Ministério Público, apesar de a polícia ter indiciado Alexandre da Silva por lesão corporal em excesso de legítima defesa, a gravidade da lesão causada em Karol foi provocada na verdade por um tombo que a blogueira sofreu após a briga ter sido apartada.

Segundo o G1, Em áudio encaminhado via Whatsapp a um jornalista, a própria a denunciada confessou que em momento algum Alexandre se dirigiu a ela com conotação homofóbica. Em nota, o MP-RJ informou que pediu o arquivamento da denúncia contra o homem e alegou que as imagens das câmeras de segurança do local onde ocorreu a confusão mostra que o rapaz agiu em legítima defesa.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!