Sem poder recorrer, Bolsonaro terá 15 dias para pagar indenização de R$ 2,6 mil após perder ação para Wyllys

Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL/Rede Brasil Atual

O juiz Leonardo de Castro Gomes, da 47ª Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, condenou Jair Bolsonaro (sem partido) a pagar R$ 2,6 mil no prazo de 15 dias, a partir do dia em que for notificado, ao ex-deputado Jean Wyllys e ao advogado Lucas Mourão.

Segundo o jornalista Ancelmo Góis, de O Globo, a determinação é referente a um processo de 2017, quando Bolsonaro moveu uma ação contra Jean por tê-lo chamado de “boquirroto”, “fascista” e “nepotista”. Na época, Bolsonaro pediu R$ 22 mil reais de indenização por danos morais, porém a Justiça negou o pedido e considerou a reclamação improcedente. Assim, o presidente acabou condenado a pagar multas pelos embargos apresentados e deverá repassar 10% da causa, a título de honorário, ao advogado de Jean.

A Justiça determinou que Bolsonaro não poderá recorrer a decisão, tendo 15 dias para que, assim que for notificado, pague o valor indenizatório ao advogado do ex-deputado.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!