Pesquisadores descobrem o ano e a cidade em que a pandemia de HIV começou

Pela primeira vez, pesquisadores da Universidade de Oxford e da Universidade de Leuven, na Bélgica, conseguiram confirmar com “alto grau de certeza” que a pandemia de HIV teve origem na cidade de Kinshasa, capital do Congo, em 1920! Antes, embora o caso mais antigo registrado da doença em um ser humano seja no Congo em 1959, os cientistas só eram capazes de especular o momento em que o vírus fez o salto dos primatas para os humanos.

“Pela primeira vez, analisamos toda a evidência disponível utilizando as mais recentes técnicas filogeográficas, que nos permitem estimar estatisticamente de onde um vírus vem”, contou o professor do departamento de zoologia da Universidade de Oxford e co-líder da pesquisa, Oliver Pybus, à agência de notícias Reuters. “Isso significa que podemos dizer com um alto grau de certeza onde e quando a pandemia do HIV se originou”, completou.

De acordo com Philippe Lemey, professor da Universidade de Leuven, a disseminação do HIV de Kinshasa para outros centros populacionais seguiu padrões previsíveis. A análise sugere que o fator-chave foi o desenvolvimento da rede de transportes do Congo, principalmente das estradas de ferro, que fez com que a capital fosse a principal ligação de todas as cidades da África Central.

Os resultados da equipe sugerem também que, juntamente com os transportes, as mudanças sociais, como a mudança de comportamento dos profissionais do sexo e iniciativas de saúde pública contra outras doenças, que levaram ao uso inseguro de agulhas, pode ter contribuído para transformar HIV em uma epidemia rapidamente. “Nós pensamos que é provável que as mudanças sociais em torno da independência, em 1960, viu o vírus sair de pequenos grupos de pessoas para infectar a população em geral e eventualmente o mundo”, disse o pesquisador Nuno Faria.

A pandemia já infectou 75 milhões de pessoas em todo mundo. Dados da Agência das Nações Unidas para a AIDS (UNAIDS) mostram que mais de 35 milhões de pessoas em todo o mundo são soropositivas, e cerca de 1,5 milhões de pessoas morreram de doenças relacionadas à AIDS em 2013. Desde o seu início, a doença já matou mais de 40 milhões de pessoas em todo o mundo.

O Pheeno.com.br é um portal de notícias, estilo de vida e entretenimento LGBT do Rio de Janeiro, antenado também em tudo que acontece de importante para o segmento no Brasil e no mundo!