Casal gay diz não obter emprego após denunciar demissão por preconceito

Após denunciar que perdeu o emprego por preconceito, o casal Geferson Ribeiro de Souza, de 21 anos, e Daniemerson Brito da Silva, de 27, diz que não consegue uma nova oportunidade de trabalho em Goiânia. Constrangidos, os jovens contam que já venderam celular e móveis para pagar as contas. Agora, já cogitam até se desfazer das alianças.

Os jovens trabalhavam como auxiliar de estoque na WB Componentes. Eles foram demitidos em 10 de novembro, dias após oficializarem a união. Na época, a empresa negou que o motivo da demissão estivesse ligado sexualidade dos jovens. Desde que perderam o trabalho, eles contam que buscam uma nova empresa. Segundo os rapazes, eles saem todos os dias às 6h e só retornam no fim do dia em busca de trabalho.

Acredito que a gente está sofrendo uma represália por ter mostrado a realidade que a gente viveu, por a gente tentar alertar. Agora, a gente está com um novo problema, o desemprego”, lamentou Daniemerson para o G1. Segundo o casal, cada um já distribuiu mais de 50 currículos, além de ter passado por várias entrevistas. “Queremos qualquer vaga de emprego, desde limpar chão, de auxiliar de serviços gerais a auxiliar administrativo, qualquer coisa a gente está acatando”, diz Geferson.

O casal entrou na Justiça com uma ação de reparação pelos danos morais sofridos, pois relatam que tinham um rotina de humilhação e constrangimento. Eles tiveram uma audiência em fevereiro, mas a empresa não aceitou firmar um acordo. Daniemerson e Geferson afirmam que só propuseram a ação porque a situação estava crítica e reforçam que as empresas não precisam ter receio de contratá-los. Eles também são processados pela WB Componentes por danos morais e também por perdas e danos por contratação de advogado.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!