Caso Dandara: quatro adolescentes são detidos por espancar travesti até a morte

Graças ao vídeo que circula nas redes sociais, a polícia cearense conseguiu identificar nesta terça-feira (07/03), no bairro Bom Jardim, periferia de Fortaleza, quatro envolvidos no assassinato da travesti Dandara dos Santos, de 42 anos.

De acordo com o delegado titular do 32º Distrito Policial, Bruno Ronchi, os envolvidos no crime são adolescentes já com passagem pela Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). “Todo atentado contra a vida é um crime hediondo, mas pior ainda quando é motivado pelo ódio e preconceito, por conta de orientação sexual, raça, cor, idade ou sexo”, afirmou o secretário de Segurança.

Dandara foi brutalmente espancada até a morte. O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro. As cenas da agressão coletiva, que contou com socos, chutes, chineladas, pauladas e pedradas, foram divulgadas na sexta-feira na internet. O fato gerou grande comoção nas redes sociais.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!