Aumentam os casos de resistência ao tratamento HIV, alerta OMS

Créditos: iStock/vchal

A Organização Mundial de Saúde (OMS) emitiu na última quinta-feira (20/07), relatório que alerta sobre o aumento da resistência do vírus HIV aos medicamentos atualmente disponíveis para o combate da doença. A conclusão foi baseada em pesquisa realizada em diversos países, segundo informa a Agência Brasil.

O documento aponta que em seis dos onze países estudados (na Ásia, África e América Latina), mais de 10% das pessoas que iniciaram a terapia antirretroviral apresentaram um tipo de vírus mais resistente aos medicamentos utilizados contra o HIV. Os países que figuram nesse quadro são a Argentina, Guatemala, Nicarágua, Namíbia, Uganda e o Zimbábue. A OMS recomenda que nações que atinjam o limite de 10% de resistência do vírus ao tratamento revisem urgentemente seus programas de tratamento contra o HIV.

Estima-se que 36,7 milhões de pessoas no mundo vivem com o HIV, entre elas, 19,5 milhões iniciaram a terapia antirretroviral em 2016. Apesar da maioria apresentar uma boa resposta aos tratamentos disponíveis, o crescente número de pessoas com resistência aos medicamentos é preocupante. Segundo a OMS, o aumento da resistência aos medicamentos contra o HIV pode levar a mais infecções e a morte.

Estudos apontam que 135 mil mortes e 105 mil novas infecções podem acontecer nos próximos cinco anos se nenhuma ação for tomada. Os custos de tratamento do HIV poderiam aumentar em 650 milhões de dólares durante esse período.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!