Jovem que aparece em vídeo agredindo transexual em hospital é presa com o namorado

Os jovens apontados pela polícia como suspeitos de terem tentado matar uma transexual de 21 anos a facadas, durante uma discussão, em 2016, na cidade de Maiquinique, no sul da Bahia, foram presos, na última semana. A informação foi divulgada pela Polícia Civil nesta terça-feira (17/10).

De acordo com a polícia, os suspeitos identificados como Luciano Gomes dos Santos, de 26 anos, e Jeane Dias da Silva Gomes, 27, tiveram os mandados de prisão preventiva cumpridos no dia 10 de outubro. Na época do crime, segundo a polícia, Jeane foi filmada agredindo a trans Nati Mota dentro do hospital onde a vítima foi procurar socorro. As imagens mostram o momento em que Nati recebe um tapa e um chute na cara.

De acordo com o delegado Irineu Andrade, titular da Delegacia de Maiquinique, após o crime, os dois suspeitos fugiram para São Paulo e só retornaram para a região na semana passada, quando foram capturados. Conforme o delegado, Luciano Gomes foi encaminhado para a carceragem da Delegacia de Macarani e Jeane Dias ficou na Delegacia de Maiquinique. Ambos foram autuados por tentativa de homicídio e estão à disposição da Justiça. O delegado descarta que o crime seja por transfobia.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!