Bissexual assumido, Rapper Lil Peep morre aos 21 anos vítima de overdose

Lil Peep, um nome em ascensão do rap e estrela do YouTube, morreu aos 21 anos, confirmou seu representante no Reino Unido ao jornal “The Guardian”. Bissexual assumido, o músico, cujo nome verdadeiro é Gustav Åhr, foi levado a um hospital após sofrer uma overdose, segundo o empresário Adam Grandmaison.

Em um vídeo postado horas antes de sua morte, ele diz ter tomado medicamentos prescritos. “Estou bem, eu não estou doente”, afirma. Peep ganhou fama neste ano com seu hip-hop misturado a elementos de emo, punk e trap. Suas músicas, altamente emotivas, falam, entre outros temas, sobre depressão e uso de drogas.

O cantor foi descrito pela publicação musical americana Pitchfork como “o futuro do emo”. Seu disco de estreia, “Come over when you’re sober (part one)”, foi lançado em setembro e logo atingiu uma grande visibilidade nos serviços de streaming. Diversos artistas usaram as redes sociais para lamentar a morte de jovem músico.

“Peep tinha tanto mais para fazer e ele estava constantemente me inspirando. Eu não me sinto bem, cara”, escreveu Diplo. Já Pete Wentz, do Fall Out Boys, postou “Não, não Lil Peep”. Os rappers Ty Dolla e Lil B lamentaram a morte do amigo que era “tão jovem”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!