Jovem gay é assassinado a pauladas e pedradas em campo de futebol

O corpo de um jovem de 18 anos, identificado como Hiago Nunes Trindade, foi encontrado por volta das 6h desta sexta-feira (03/11) em um campo de futebol no bairro Buritis, zona Oeste de Boa Vista.

Um policial disse que a vítima seria homossexual, conhecido também como “Gugu Nunes”. Apesar de ter sido identificado pela Polícia Civil, o jovem teve o rosto desfigurado por conta das agressões. Ainda segundo os agentes, o corpo foi encontrado por pessoas que passavam pelo local, conhecido no bairro como “Campo do Salada”.

Ao G1, a Delegacia Geral de Homicídios (DGH) disse que ainda não existem suspeitos pelo crime. O Instituto Médico Legal (IML) removeu o corpo do jovem para exames de necropsia. O caso será investigado pela DGH. Apesar de a família não ter confirmado, o presidente do Grupo DiveRRsidade, Sebastião Diniz, informou à Folha que a vítima confessava a amigos que era homossexual assumido e que o crime pode ter sido motivado por intolerância.

“Tem que ser investigado, porque foi um crime diferenciado. Não é qualquer um que esmaga a cabeça de um rapaz com uma pedra”, disse Diniz. Se confirmado, esse será o terceiro caso de crimes cometidos contra LGBTs em menos de um mês na Capital. No dia 22 de outubro, a transexual Stefany, de 27 anos, foi morta com 20 facadas desferidas por um servidor público. O crime ocorreu na Orla Taumanan, no Centro.

Na mesma noite, catadores de lixo encontraram um corpo do sexo masculino com pelo menos 25 perfurações de arma branca no aterro sanitário, zona Rural de Boa Vista. A vítima também era homossexual.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!