Grindr é o aplicativo que deixa as pessoas mais infelizes, diz pesquisa

Um dos aplicativos de pegação gay mais famoso do mundo, o Grindr, agora ocupa o primeiro lugar da lista de “usuários infelizes”. Ao menos é o que garante uma pesquisa realizada com 200 mil usuários de iPhone nos Estados Unidos.

Os usuários foram questionados sobre quais apps os deixavam felizes e infelizes ao usar. E adivinhem só?! O Grindr, liderou a lista da infelicidade com 77% . Atrás do Grindr, aparecem Candy Crush Saga (71%), Facebook (64%), WeChat (62%) e Candy Crush (59%). Outro app de encontros, mas usado tanto por héteros quanto homossexuais, o Tinder ficou em nono lugar com 56%. O Instagram surge em 12º lugar (51%).

O levantamento foi realizado pela Time Well Spent, empresa dedicada a “reverter a crise de atenção digital e realinhar a tecnologia com os melhores interesses da humanidade”. Em média, segundo a pesquisa, ao comparar a quantidade de “feliz” e “infeliz”, a quantidade de “infeliz” é 2,4 vezes maior do que a de “feliz” dentre usuários de todos os apps juntos.

Felicidade

Quando o assunto é felicidade, o app de meditação e relaxamento Calm liderou a lista dos que deixam as pessoas mais felizes. Ele recebeu 99% de aprovação e ficou empatado com Google Calendar, Headspace e Insight Timer. O Spotify ficou bem avaliado, com 95% de aprovação.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!