Homem que usava o Grindr para sequestrar outros rapazes é condenado a 15 anos de prisão

Todo cuidado é pouco na hora de usar os aplicativos de pegação! Um morador de Dallas, no Texas, foi condenado a 15 anos de prisão por usar o Grindr para o mau: roubar outros rapazes. Na ocasião, Nigel Garret, de 21 anos, e outros três homens, marcavam encontros pela plataforma para cometer crimes violentos.

De acordo com a acusação, Garrett e seus cúmplices conseguiram enganar diversas vítimas online. Durante um período de três semanas, a gangue organizou quatro invasões de casas no norte do Texas, sequestrando quem enganavam, atacando cada uma delas e roubando objetos de valor. As vítimas relatam que ainda eram ameaçadas com armas de fogo pelo grupo. Os outros três suspeitos também se declararam culpados e estão aguardando sentença.

“O Departamento de Justiça não tolerará crimes de ódio contra qualquer indivíduo com base na orientação sexual”, disse o procurador-geral adjunto John Gore. “Os crimes de ódio são crimes violentos, mas também atacam os princípios fundamentais dos EUA”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!