Loja que vendia “boneca transexual” é fechada no Paraguai

Uma loja em Ciudad del Este, no Paraguai, foi fechada temporariamente por autoridades municipais após vender supostas bonecas “transexuais”. As bonecas causaram discussão na web por suas roupas rosas e o que parece ser uma genitália masculina.

De acordo com a prefeita, Sandra McLeod, a decisão foi tomada porque o município se declarou “pró-vida e família” ano passado, e o brinquedo representava uma afronta aos valores adotados pela cidade. Segundo a gerente da loja, Esther Bazan, disse à imprensa local que as bonecas vieram da China.

“Nós compramos as bonecas da China. Elas têm características e roupas femininas, mas possuem um apêndice no púbis que se parece com um órgão sexual masculino”, explicou Esther, que ainda garantiu que todos os clientes são avisados, antes da compra, sobre as características da boneca.

Advogado da Prefeitura, Christian Cabral, afirma que o estabelecimento foi fechado por não pagar impostos e por comercializar brinquedos sem permissão. Apesar de a loja ter sido fechada, o Ministro da Infância e Adolescência, Ricardo González, afirmou em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (10/01) que no Paraguai “não existe uma regulação sobre a venda de brinquedos, como as bonecas, nem mesmo de brinquedos bélicos”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!