Vereador quer Pabllo Vittar fora de micareta em defesa do que chama de “família brasileira”

Alegando que “Deus está no controle da nação” e que não permitirá que aconteça em Feira de Santana, na Bahia, o que aconteceu com as cidades bíblicas de Sodoma e Gomorra, o vereador Edvaldo Lima (PP) afirmou que solicitará a não contratação de Igor Kannário, Daniela Mercury e Pabllo Vittar para a tradicional micareta do município, que acontece em abril.

Durante sessão ordinária desta segunda-feira (19/02), na Câmara Municipal de Feira de Santana, que vai encaminhar um ofício ao prefeito José Ronaldo de Carvalho sugerindo que a prefeitura não contrate os artistas. “Neste ofício, peço ao prefeito que não contrate os cantores. Acredito que ele terá bom senso e não irá jogar no lixo o dinheiro público, pois eles não têm condições de se apresentarem em nossa cidade”, analisou.

Em defesa do que chama de “família brasileira”, Edvaldo questionou o objetivo da realização da micareta na cidade. “Não precisamos de festas de prostituição, precisamos de saúde, educação e segurança”, declarou.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!