Alagoas tem o 2º maior número de mortes de LGBT do país no primeiro trimestre de 2018

Alagoas registrou 9 mortes de LGBT no primeiro trimestre de 2018, empatado com o estado do Ceará como o mais violento para essa parcela da população no Nordeste. Os dados são do Grupo Gay da Bahia (GGB) e foram divulgados no sábado (14/04).

O levantamento do GGB, feito com base em informações passadas pelos Grupos Gays de todo o país, leva em conta as ocorrências registradas do mês de janeiro até o dia 10 de abril. Segundo o Grupo Gay de Alagoas (GGAL), do total de mortes, 3 foram suicídio e as outras 6, homicídios.

O levantamento do GGB mostra também que dentro do Nordeste, Sergipe teve o menor índice da região, com apenas um caso. Em todo o país, São Paulo foi o mais violento para a população LGBT no período, com 19 casos.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!