Farrah Moan e Shea Coulee, de “RuPaul’s Drag Race”, sofrem ataque homofóbico em lanchonete

Participantes da nona temporada de “RuPaul’s Drag Race”, as queen Shea Coulee e Farrah Moan foram vítimas de homofobia enquanto lanchavam em uma lanchonete de Newcastle, na Inglaterra.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, filmado pela própria agressora, as queens aparecem sendo xingadas de “putas”, “bichinhas” e “DST ambulante”. A agressora, ainda não identificada, vai mais além e tenta agredir Farrah. “Não encoste em mim com suas mãos imundas”, responde a queen, enquanto tenta se defender.

Farrah usou o seu perfil no Twitter para comentar sobre o assunto e tranquilizar os fãs: “Então eu não queria chamar a atenção para a negatividade que aconteceu comigo e com o Shea noite passada em Newcastle em uma loja de kebab, mas o vídeo está se espalhando. Não há necessidade de pedir desculpas em nome da cidade, o nosso show foi incrível e há babacas homofóbicos em todo o mundo. Amo vocês, pessoal”.

“Eu não mantive minha elegância no vídeo… Eu estava muita bêbada e uma garotinha veio até Shea e eu com o telefone dela nos chamando de viados, andando de um lado para o outro porque meu cabelo era rosa e eu acho que ela era uma menina branca zoada”, finalizou Farrah. Pesado, né gente?! Que bom que as duas estão bem.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!