Homem hétero processa ex-patrão que o chamou de “gay” alegando traumas psicológicos

Um ex-carcereiro de uma prisão do Condado de Napa, na Califórnia, Estados Unidos, decidiu processar seu ex-patrão após ser vítima de homofobia dentro do próprio ambiente de trabalho. Heterossexual casado com mulher, Dante Michelucci, de 41 anos, alega traumas psicológicos por conta da violência verbal.

Além de ser chamado de “gay” diariamente pelo ex-patrão, os outros empregados perguntavam sobre quantos boquetes ele havia feito. Ainda segundo Michelucci, que trabalhou como agente penitenciário de 2007 a abril de 2018, ele era constantemente ridicularizado em um ambiente de trabalho hostil, que prejudicou sua saúde ao ponto dele precisar ser internado com paralisia facial causada por um estresse pós-traumático.

“Ele teve um colapso”, diz o advogado de Michelucci, David Poore, em entrevista ao site Queerty. Atualmente, Michelucci está em licença médica move processo de indenização contra o antigo patrão.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!