Argentina inaugura primeiro bairro trans do mundo; local será moradia de doze mulheres transexuais idosas

No último dia 10 de agos, Neuquén, no sul da Argentina, se tornou a primeira cidade do mundo a ter um bairro trans. O bairro servirá de moradia a doze mulheres transexuais idosas, possibilitando melhores condições de vida para as moradoras.

A novidade, uma conquista para a comunidade trans, se deve graças ao acompanhamento da Irmã Mónica Astorga, da Ordem dos Carmelitas Descalços, que há dez anos assumiu o projeto e obteve o apoio do governo provincial e da Igreja. “Ela desde o primeiro momento começou a nos ajudar em todos os sentidos. Eu vivia 15 anos numa pensão. Claro que não sou ingrata, mas o lugar não valia a pena morar ”, diz Erica Díaz, uma das novas moradoras do novo conjunto habitacional.

“Quando você pergunta quanto é o aluguel, eles dizem 10 mil pesos e quando olha para o seu rosto, dizem 25 mil. É a primeira coisa que acontece, a discriminação sempre existiu”, continua ela, uma das primeiras mulheres trans que se mudou para o conjunto habitacional Costa del Limay no dia 10 de agosto de 2020.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!