Pabllo Vittar diz que denúncia por exercício ilegal de profissão é ‘infundada’ e ‘inverídica’

Foto: Reprodução/Instagram

Por meio de nota encaminhada ao Estadão, a assessoria de Pabllo Vittar respondeu a denúncia do Conselho Regional de Educação Física da 1ª Região (CREF1), do Rio de Janeiro e Espírito Santo, que acusa a drag queen de “exercício ilegal da profissão”.

No documento feito pela entidade, constam links de algumas postagens de Pabllo no Instagram, além de prints de vídeos publicados por ela como “Treino de perna e bunda para fazer em casa by me”. A justificativa do CREF1 é a de que pessoas que “não são profissionais de educação física” “não podem prestar tais serviços que colocam em risco a sociedade”.

Procurada pelo Estadão, a assessoria da cantora afirmou que a denúncia é “infundada e inverídica”, negou que a drag queen estivesse prescrevendo treinos ou dando aulas e que sua única intenção seria incentivar seguidores a adotarem hábitos de vida saudáveis.

Confira a nota na íntegra

“A assessoria de Comunicação da cantora Pabllo Vittar esclarece que a notícia-crime protocolada pelo Conselho Regional de Educação Física da Primeira Região (CREF1) contra a artista é infundada e inverídica. A cantora nunca prescreveu, deu aula como profissional ou orientou nenhum treino. A cantora ainda deixa claro no vídeo em questão que não é educadora física e apenas mostra – como tantos outros artistas e Influencers – sua rotina de exercícios físicos em suas redes sociais, que também serve como motivação para que seus seguidores procurem hábitos de vida saudáveis.”

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!