Edmundo nega que tenha se distanciado do filho por conta de sexualidade: “Tenho diversos amigos homossexuais”

Em recente entrevista ao jornalista Felipeh Campos pelo IGTV, o ex-jogador de futebol e comentarista Edmundo desabafou sobre a relação que tem com o filho mais velho, o cineasta Alexandre Mortágua, de 25 anos, fruto de seu relacionamento com ex-modelo Christina Mortágua. Durante o papo, ele negou que a distância com o filho seja por conta da sexualidade de Alexandre, que é gay assumido.

“É muito ruim você se indispor com alguém, sem ser diretamente. Eu tive uma história muito rápida com a mãe do Alexandre (Christina Mortágua) em termos de afinidade e afetividade. Num momento em que minha carreira estava em ascensão. Depois que o Alexandre nasceu, eu joguei na Itália, no Japão, Belo Horizonte e Florianópolis e não consegui muito ver o crescimento dele”, disse o comentarista. “Isso é irrelevante, mas vai afastando. E aí, quando voltei para o Rio, Alexandre era um homem e eu não consegui me aproximar”, explicou. 

“Não sou assim um pai maravilhoso para ele. Porque eu trabalho, viajo e gosto de fazer as minhas coisas. Mas sempre encontrei resistência. Eu o amo igual os meus outros filhos. Mas os outros filhos vem na minha casa no dia dos pais, no Natal, no meu aniversário, me mandam mensagens”, continuou Edmundo, negando que a distância com o filho seja porque ele é assumidamente gay. “Eu tenho diversos amigos homossexuais, muitos deles famosos. E eu não tenho nenhum problema com isso. Até porque é a ideia de cada um. É algo particular. Na vida, a gente tem que ser homem e ter respeito aos mais velhos. E isso é independente da relação sexual”.

“Essa questão da sexualidade veio. Mas para mim isso não tinha importância. Nós já eramos distantes desde que ele nasceu. Não pude exercer meu poder de pai, porque eu joguei fora e precisava construir a minha vida”, disse. Alexandre foi reconhecido pelo pai depois de um teste de DNA. Há nove anos, ele não tem contato com o ex-jogador.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!