Nelson Piquet diz que Ayrton Senna era gay e que aparecia com mulheres de fachada para enganar a mídia

O ex-piloto Nelson Piquet resolveu revisitar uma polêmica do passado e abrir o verbo mais uma vez sobre a sexualidade do ídolo Ayrton Senna, morto em 1994, e que durante antes foi visto como seu rival na Formula 1!

Tudo começou lá nos anos 1980, quando Piquet soltou um ‘shade‘ em entrevista ao Jornal do Brasil, pedindo pro jornalista perguntar pro Senna porque ele não gostava de mulher. O assunto voltou à tona em entrevista ao canal Rap 77 no YouTube. Segundo Piquet, Senna era gay e se casou com mulheres para enganar a mídia.

Confira a entrevista de Piquet  na íntegra

Senna foi casado com Lilian de Vasconcellos, entre 1981 e 1983, e, de acordo com Piquet, a união foi anulada por não ter sido consumada. Após repercussão da entrevista, a ex-mulher do ídolo desmentiu Piquet no programa “Balanço Geral”, da Record TV, nesta sexta (27/11).

Mas Piquet não parou por aí. “O Senna passou quase três anos na Fórmula 1 e ele não tinha nenhuma namorada. Tinha um cara chamado Junior que vivia do lado dele e aí, o pessoal contou a história toda”, afirmou.

“E aí, você vê, ele arranjou namorada, a Galisteu, a Xuxa, isso e aquilo… foi mostrar que era macho. Agora a história não é bem assim. Hoje em dia é a coisa mais normal do mundo. Naquela época não era”, finalizou Piquet.

Adriane Galisteu não deixou barato e mandou reposta via redes sociais. “Você não perde a oportunidade de ser inadequado, né? Essa história não é sua. Vergonha. Porque você não fala um pouco da sua vida, das coisas que você está fazendo, hein, Nelson? Não tem cabimento você falar da vida do Ayrton”.

VEJA + NO PHEENO TV

Thiago Araujo é editor-chefe e criador do Pheeno! Referência no cenário pop LGBTQIA+ nacional, o carioca de 30 anos é jornalista e empresário do ramo do entretenimento, além de agitar as pistas como DJ mundo afora!