Shawn Mendes volta a falar sobre rumores de sexualidade: “Me chamam de gay desde os 15 anos”

Em conversa com o podcaster Dax Shepard, Shawn Mendes voltou a falar da sensação de ser questionado frequentemente pela mídia e internet sobre sua sexualidade. Segundo o cantor, tudo bem se ele fosse homossexual.

Era tão, tão frustrante pra mim, porque tinha algumas pessoas na minha vida, a quem eu era muito próximo, que eram gays e estavam no armário. Eu sentia uma raiva de verdade [dos questionamentos] por essas pessoas. É uma baita coisa complicada. Você quer dizer: ‘Eu não sou gay, mas seria tudo bem se eu fosse gay – também não existe nada errado em ser gay, mas eu não sou’. Você não saber como responder a essa situação”, disse o cantor, que desde o início de sua carreira é questionado sobre sua sexualidade.

“Eu percebi que nós só temos que parar de ser experts e políticos sobre isso, especialmente como um músico famoso que é homem. Eu preciso ser realmente complicado e dizer as coisas erradas, aí me desculpar e dizer a coisa certa depois que eu me desculpar e ficar confuso sobre como reagir quando as pessoas dizem que eu sou gay”, acrescentou. “Todo mundo me chama de gay desde que eu tinha 15 anos“.

Eu não sou gay e fico tipo, ‘O que isso significa?’ Tive esses problemas com a maneira como minha voz soava. Eu fico tipo, ‘Como faço para sentar?’ Eu sou sempre o primeiro a cruzar minhas pernas e sentar com uma posição desse estilo feminino e eu realmente sofri com isso (…) Eu não cresci lutando. Eu cresci fazendo tranças no meu cabelo na véspera de Ano Novo. Depende completamente de como você cresceu em sua vida e ao seu redor”, continuou.

Shawn ainda defendeu que outros jovens podem enfrentar situações ainda piores que a dele.“Penso muito em caras que passam por isso ou coisas ainda piores que isso, que existem tantos rapazes que são gays e estão no armário e devem ouvir m*rdas assim e dizer: ‘Estou aterrorizado em sair do armário’”, finalizou o cantor.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!