Religioso é preso por tentar fazer sexo com policial disfarçado de adolescente que ele conheceu no Grindr

Um diácono da igreja católica foi preso nesta semana por tentar marcar um encontro sexual com um garoto de 14 anos que ele conheceu no Grindr, disseram as autoridades de Maspeth, bairro de Nova York. De acordo com promotores, Rogelio Vega, de 50 anos, estava na verdade conversando com um detetive que fingia ser o adolescente.

Segundo reportagem do The New York Post, Vega, diácono da Igreja Católica Romana de São Sebastião em Woodside, começou a usar o aplicativo em julho de 2020 para trocar mensagens com o policial que ele pensava ser o adolescente. Casado e pai de quatro filhos, Rogelio teria pedido ao garoto que lhe enviasse nudes e compartilhou várias fotos de seus órgãos sexuais com ele. Em uma outra ocasião, o religioso pede ao “adolescente” para encontrá-lo pessoalmente para uma sessão de sexo oral. Fingindo ser o menino, o detetive disse que sua mãe não estava em casa e que ele poderia ter problemas caso saísse.

Eles finalmente concordaram em se encontrar na última terça-feira (19/01) em um local pré-determinado. De acordo com a publicação, ao chegar no local combinado, Vega foi abordado pelo policial que o prendeu em flagrante. Ele foi processado sob a acusação de tentativa de uso de uma criança para performance sexual, tentativa de disseminar material indecente a um menor, tentativa de ato sexual criminoso e tentativa de colocar em risco o bem-estar de uma criança. Se condenado, Vega pode pegar até sete anos de prisão. Ele foi libertado sob fiança de $ 50.000.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!