Vaticano proíbe Igreja Católica de celebrar uniões do mesmo sexo: “Deus não pode abençoar o pecado”

Vaticano publicou nesta segunda (15/03), uma nota de esclarecimento reafirmando que padres e outros ministros religiosos da Igreja Católica estão proibidos de abençoar uniões entre pessoas do mesmo sexo. Com aval de Papa Francisco, a nota divulgada pela Congregação par a Doutrina da Fé (CDF), um dos órgãos responsáveis por estabelecer diretrizes para os católicos, afirma que “Deus não pode abençoar o pecado“.

O documento veio em resposta a perguntas enviadas por paróquias que mostravam desejo de conceber essas uniões como sinal de boas-vindas aos homossexuais. No texto de duas páginas, publicado em sete idiomas diferentes, o Vaticano argumenta que os homossexuais devem ser tratados com dignidade e respeito, mas também que o sexo entre pessoas do mesmo sexo é “intrinsecamente desordenado”. E que o ensino católico determina para os fiéis “que o casamento entre um homem e uma mulher é parte do plano de Deus e tem como objetivo a criação de uma nova vida“. O documento segue pontuando que, “como as uniões entre pessoas do mesmo sexo não têm a intenção de fazer parte desse plano“, elas não podem ser abençoadas pela Igreja.

Segundo a CDF, Deus “não abençoa e não pode abençoar o pecado: Ele abençoa o homem pecador, para que ele reconheça que faz parte de seu plano de amor e se permita ser mudado por ele”. Ainda no comunicado, o órgão diz reconhecer que os pedidos de boas-vindas estavam sendo motivados “por um desejo sincero de acolher e acompanhar os homossexuais” e esclareceu que a decisão “não se destina a ser uma forma de injusta discriminação, mas sim um lembrete da verdade do rito litúrgico”. 

No Brasil, o casamento civil entre pessoas de mesmo sexo foi autorizado após uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de 2011 e de uma resolução do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), de 2013.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!