Deputada bolsonarista propõe lei que classifica publicidade LGBTQ+ como “danosa para crianças”

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou a votação do projeto de lei 504/2020, que considera a publicidade com LGBTs como “danosa para crianças“. Segundo o texto, proposto pela deputada bolsonarista Marta Costa (PSF), a intenção é “limitar a veiculação da publicidade que incentive o consumidor do Estado a práticas danosas“, através da proibição de publicidade sobre “movimentos sobre diversidade sexual relacionados a crianças no Estado.” Com informações do portal Alma Preta.

Uma das poucas parlamentares da casa a atuar na defesa dos direitos da comunidade LGBTQ+, a deputada Erica Malunguinho (PSOL) se manifestou em vídeo divulgado nas redes sociais sobre o projeto. “Eu desacreditei quando eu li isso”, lamentou Eirca. “Precisamos de projetos sérios e não projetos sem fundamento, cujo único objetivo é retroceder na luta pela humanização e por direitos das pessoas LGBTQIAI+“, afirma a deputada. “Eu sou uma cidadã de deveres e direitos como qualquer outra pessoa.

De acordo com o portal, o projeto de lei justifica que, entre os principais objetivos da aprovação, está a intenção de “impedir desconfortos sociais e atribulações de inúmeras famílias (…) tanto a possibilidade, quanto a inadequada influência na formação de jovens e crianças“. Que absurdo!

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!