Comentários LGBTfóbicos em rede social de empresa serão convertidos em doações para Casa Nem

Há seis anos no Brasil, a Cellairis anunciou que todos os comentários ofensivos feitos nas redes sociais da empresa em decorrência da campanha do Dia dos Namorados e, ao longo do mês de junho, serão revertidos em doação financeira para a Casa Nem, ONG carioca que abriga pessoas LGBTIA+ em situação de vulnerabilidade social.

Transformar essa intolerância em uma mensagem positiva para a comunidade é uma oportunidade de reforçar nossa crença numa sociedade igualitária e livre de preconceitos, que abraça e respeita as pessoas, de todas as identidades de gênero e orientações sexuais, religiões e etnias”, afirma o Head de Marketing da Cellairis Brasil, Arthur Carli. “Queremos fazer parte do movimento das marcas que cuidam não só da comunidade LGBTQIA+, mas, do ser humano”, completa. Além disso, a empresa irá reverter para a ONG 20% das vendas da coleção “Pride”.

Reforçando ainda mais seu compromisso com a diversidade, hoje, a Cellairis conta com 40% do seu quadro de funcionários formado por LGBTs. “Trabalhar numa empresa em que posso ser quem eu sou, não preciso me esconder, não preciso fingir que participo das regras heteronormativas, é muito reconfortante. É libertador saber que posso crescer profissionalmente sendo que eu sou”, celebra Renata, gerente de vendas.

Eu me sinto à vontade sendo um LGBT na Cellairis porque, aqui, a aceitação e o respeito são reais. Nossa orientação sexual não entra em pauta, não vira critério nas tomadas de decisão ou para um tratamento diferente, pior ou melhor”, destaca Leandro, estagiário do departamento financeiro.

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!