Ator BDSM desabafa: “Trabalho com sexo porque gosto e não porque era uma última opção”

Conversamos com o criador de conteúdo erótico Adonnis no estúdio do Pheeno! O ator de 27 anos conta que começou a pensar na ideia de trabalhar com pornografia ainda adolescente, e desabafa que a sociedade ainda considera que “viver do sexo” é a última opção de uma pessoa. Mas não para ele, que faz porque gosta: “É uma prestação de serviço como qualquer outra”.

O carioca, que começou a carreira há apenas seis meses, também trabalha com shows de sexo ao vivo em saunas e cruising bars, onde descobriu o BDSM, dominação, fisting e afins, e explora essas áreas na festa ALFA, do Seven Cruising Bar, no Rio de Janeiro. Apesar de gostar das práticas mais “hardcore”, ele explica que é preciso saber o limite do outro.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!