Filho esfaqueia o pai até a morte alegando que ele “envergonhou” a família após se assumir gay

Um homem foi preso em Muzaffarnagar, no estado indiano de Uttar Pradesh, por esfaquear o pai até a morte alegando que ele “envergonhou” a família após se assumir gay, disse a polícia local neste domingo (13/09). Inicialmente, o acusado tentou incriminar outras três pessoas pelo crime.

De acordo com um relatório da agência de notícias PTI, o acusado, identificado como Sumit Kumar, disse à polícia que seu pai havia “manchado a reputação” de sua família ao entrar em um relacionamento com outro homem. O corpo de Reshpal foi encontrado em um canavial no dia 18 de agosto. Após cometer o crime, o acusado havia entrado com uma ação contra três pessoas, alegando que as três haviam assassinado seu pai.

No entanto, a investigação revelou que na verdade foi Kumar quem matou seu pai depois de ficar sabendo da sua sexualidade. Durante o interrogatório, o acusado também informou à polícia que seu pai supostamente queria transferir sua propriedade para o homem com quem ele tinha um relacionamento.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!